text.skipToContent text.skipToNavigation

Carrefour patrocina Refettorio Gastromotiva: projeto social gastronômico inédito no Brasil

Inaugurado para os Jogos Rio 2016, r,estaurante comunitário servirá para população vulnerável do Rio de Janeiro refeições gratuitas preparadas por chefs renomados a partir de alimentos excedentes do complexo olímpico; em setembro, o espaço abrigará restaurante-escola permanente no bairro da Lapa



Rio de Janeiro, agosto de2016 – O Carrefour, por meio da sua fundação internacional, é um dos patrocinadores oficiais do Refettorio Gastromotiva. Durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, o restaurante comunitário oferecerá refeições gratuitas para pessoas em situação de vulnerabilidade social do Rio de Janeiro (RJ). Realizada entre 9 de agosto e 19 de setembro, a iniciativa inédita foi desenvolvida pela ONG Gastromotiva,que se uniu ao Food For Soul, organização sem fins lucrativos fundada pelo renomado chef italiano Massimo Bottura. Dentre outros programas, a organização desenvolveu um restaurante comunitário durante a ExpoMilão em 2015. O mesmo modelo de sucesso na Itália será replicando no Brasil e, após o término dos jogos na capital carioca, o restaurante ampliará suas atividades tornando-se um restaurante-escola permanente no bairro da Lapa.

Ao longo de seis semanas, o Refettorio Gastromotiva contará com a participação de chefs renomados de diversas nacionalidades que estarão à frente da cozinha construída especialmente para este projeto. Esses profissionais irão preparar um menu diferente a cada dia a partir de alimentos excedentes não manipulados e bons para consumo vindos dos caterings do complexo olímpico. Todas as manhãs, de segunda à sexta-feira, os chefs receberão os ingredientes e decidirão, na hora, o que será servido gratuitamente no jantar que vai reunir 108 pessoas por dia – cadastradas previamente pelas entidades que são apoiadas pelo projeto. Dentre os chefs já confirmados estão: Alain Ducasse (França); Quique Dacosta e Andoni Aduriz (Espanha); Renzo Garibaldi, Virgilio Martinez e Micha Tsumura (Peru) e Mauro Colagreco (Agentina). O Brasil será representado por Alex Atala, Claude e Thomas Troisgros, Roberta Sudbrack, Rafa Costa e Silva, Kátia e Bianca Barbosa, Jan Santos, Alberto Landgraf e Felipe Bronze.

“O Grupo Carrefour promove e apoia diversos projetos de responsabilidade social, com foco nas populações historicamente excluídas do desenvolvimento do Brasil. Para nós, colaborar com todas as fases desse projeto reforça o compromisso da companhia com a transformação da sociedade, por meio da inclusão”, destaca Paulo Pianez, diretor de Responsabilidade Social do Carrefour Brasil. Ao final dos jogos, quando passar a funcionar como restaurante-escola, o Refettorio contará com doações provenientes das operações do Carrefour no Rio de Janeiro.

A doação permanente integrará o Programa Parceria que Alimenta que, desde 2009, é responsável pela coleta diária de alimentos nas lojas Carrefour de todo o país. Os produtos arrecadados são enviados aos bancos de alimentos cadastrados pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, e pelo Programa Mesa Brasil SESC (Serviço Social do Comércio), que os encaminham para instituições e famílias de baixa renda previamente cadastradas.

“O Refettorio nos deu a oportunidade de colaborar com a inclusão de parte da população em situação de rua da cidade, por meio de doações de alimentos, coração do negócio do Grupo Carrefour em todo o mundo”, pontua Pianez. Desde a sua criação, há sete anos, o Programa Parceria que Alimenta arrecadou mais de 6 mil toneladas de alimentos, o que corresponde a mais de 180 milhões de refeições.

O restaurante comunitário foi construído em um terreno cedido pela Prefeitura do Rio de Janeiro. Assinado pelo arquiteto Gustavo Cedroni, o projeto foi abraçado pelo artista brasileiro Vik Muniz e pelos designers irmãos Campana e Maneco Quinderé, que se voluntariaram para assinar a cenografia e o mobiliário do espaço. A partir de setembro, já como restaurante-escola, o Refettorio irá operar em dois formatos: durante o almoço, o espaço será aberto ao público e as refeições cobradas; à noite, o restaurante estará reservado para pessoas em situação de grande vulnerabilidade e o jantar será gratuito. Seguindo o conceito ‘pague um almoço e deixe um jantar’, o cliente pagante irá subsidiar o jantar da população menos favorecida do entorno do projeto.

À frente da cozinha estarão ex-alunos da Gastromotiva que serão treinados pelos famosos chefs durante a primeira fase do restaurante. Além disso, o local se tornará um hub para projetos de alimentação e inclusão social, oferecendo workshops sobre alimentação saudável para famílias, merendeiras e gestores de escolas, além de oficinas sobre aproveitamento integral de alimentos, dentro outros conteúdos.

O Refettorio Gastromotiva faz parte da Iniciativa Rio Alimentação Sustentável, uma rede de 30 instituições coordenada pelas ONGs WWF e Conservação Internacional, atuando em parceria com o Comitê Rio 2016 e demais empresas apoiadoras. A Fundação Carrefour, que promove a inclusão de jovens em mais de 10 países, já é apoiadora da Gastromotiva e, recentemente, doou € 50.000,00 à ONG para reforçar seu programa culinário de treinamento vocacional. Para a criação do Refettorio, a fundação realizou novo aporte de €110.000,00, reforçando o papel da gastronomia como meio de transformação social. Somente em 2015, a Fundação Carrefour destinou cerca de 20% do seu orçamento para estimular a capacitação profissional de jovens no setor alimentar, o equivalente a € 1.180.720,00.


Serviço

Sobre a Gastromotiva

Gastromotiva é OSCIP que utiliza o poder transformador dos alimentos e da gastronomia para promover um crescimento inclusivo e de integração social. Através da formação na cozinha profissional, educação alimentar nutricional e sustentável, programas de incubação de negócios e da exclusiva criação de oportunidades, a Gastromotiva fortalece e inspira comunidades socialmente vulneráveis ¿¿e menos privilegiadas, como os jovens de famílias de baixa renda, os imigrantes, os prisioneiros na América Latina e os conecta às nossas cadeias de valor alimentar, ao preencher uma importante lacuna de competências na região. A OSCIP apoia e estimula o desenvolvimento de um movimento social gastronômico, através da colaboração com chefs e restaurantes, pelo governo e líderes empresariais. Ao mesmo tempo em que encoraja e envolve o mercado hoteleiro, governos e indústria alimentar para se tornar mais inclusivo e socialmente responsável para assegurar a sustentabilidade do nosso sistema alimentar e saúde.


Sobre o Food For Soul

Food For Soul é uma organização sem fins lucrativos fundada pelo chef Massimo Bottura para encorajar comunidades a combater o desperdício de alimentos e estimular o debate sobre a inclusão social e do bem-estar individual. Durante ExpoMilão 2015, a associação construiu o Refettorio Ambrosiano, uma cozinha de um teatro abandonado, e trouxe 60 chefs internacionais para cozinhar com ingredientes excedentes da exposição. O Refettorio Ambrosiano continua funcionando e é gerenciado pela Caritas Ambrosiana. Em maio de 2016, Food for Soul começou a colaborar com o Antoniano de Bolonha para empoderar o restaurante comunitário Mensa Padre Ernesto em Bolonha. O Food For Soul acredita que oferecer ambientes inclusivos, que alimentem o corpo e a alma, ajudam a trazer dignidade de volta à mesa. Seus projetos são infundidos com arte, design e beleza para envolver os clientes em uma abordagem holística à alimentação: alimentar o corpo e a alma. Food For Soul não é um projeto de caridade: é uma questão cultural.


Sobre a Fundação Carrefour

Criada em 2000, a Fundação Carrefour é voltada ao combate da exclusão social a nível internacional. Apoiada pelas equipes e experiência do Grupo Carrefour, sua atuação envolve duas áreas principais: programas de ajuda alimentar e humanitária. A Fundação Carrefour implementa programas nos países onde o Carrefour opera, assim como nos países dos fornecedores da companhia. Com orçamento de € 7,7 milhões, a Fundação Carrefour financiou mais de 70 projetos em 2015, em 15 diferentes países.www.fondation-carrefour.org